This website works best with JavaScript enabled
BT Petcare - шаблон joomla Оригами

Renovare MedLab

 

(64) 3636 . 6523 
(64) 99960 . 8683
Notícias
A alergia na pele é uma reação inflamatória que pode manifestar-se em diferentes regiões da pele, como mãos, pés, boca, braços, axilas, pescoço, pernas, costas ou barriga, causando sintomas como vermelhidão, coceira e bolinhas brancas ou avermelhadas na pele. Além disso, em alguns casos a alergia na pele pode levar a outros problemas como angioedema alérgico por exemplo. A alergia na pele pode ter diferentes causas como alergia ao desodorante, a medicamentos, ao sol, a picadas de insectos ou mesmo ao alergia ao protetor solar, e o seu tratamento pode ser feito com o uso de medicamentos anti-histamínicos como Allegra ou Loratadina por exemplo, indicados pelo dermatologista. Os principais sintomas de alergia na pele incluem: Coceira; Vermelhidão; Descamação; Irritação; Presença de manchas ou de bolinhas avermelhadas ou brancas. Estes sintomas podem aparecer poucos minutos após o contato com o alérgeno, mas também podem demorar várias horas e até dias para se desenvolverem completamente. Dessa forma, deve-se tentar lembrar dos objetos ou substâncias que estiveram em contato com a região nos últimos 3 dias, para tentar achar uma causa. Nos casos mais graves e menos comuns, a alergia na pele pode também levar ao aparecimento de sintomas graves como dificuldade para …
A alergia ao leite de vaca acontece quando o sistema imunológico do bebê rejeita as proteínas do leite, provocando sintomas graves como vermelhidão na pele, vômitos fortes, fezes com sangue e dificuldade para respirar. Nestes casos, o bebê deve ser alimentado com fórmulas lácteas especiais indicadas pelo pediatra e que não contêm a proteína do leite, além de evitar o consumo de qualquer alimento que contenha leite na sua composição. Como fica a alimentação sem leite de vaca Para bebês com alergia ao leite e que ainda mamam, a mãe também precisa parar de consumir leite e produtos que contenham leite na receita, pois a proteína causadora da alergia passa para o leite materno, provocando os sintomas no bebê. Além do cuidado com a amamentação, bebês de até 1 ano também devem consumir fórmulas lácteas infantis que não contenham a proteína do leite de vaca, como Nan Soy, Pregomin, Aptamil e Alfaré. Após 1 ano de idade, o acompanhamento com o pediatra deve continuar e a criança pode passar a consumir leite de soja fortificado ou outro tipo de leite indicado pelo médico. Também é importante lembrar que em todas as idades deve-se evitar o consumo de leite e de…
Os primeiros sinais e sintomas de problemas no fígado são a dor abdominal do lado direito e a barriga inchada. Além desses, também podem ocorrer os sinais de cor amarelada na pele e nos olhos e urina escura, de cor amarelo forte. Algumas das causas comuns de problemas no fígado são o excesso de gordura neste órgão, que ocorre principalmente em pessoas com excesso de peso ou que não praticam atividade física, o excesso de álcool, o uso abusivo de medicamentos e doenças como hepatite, cirrose, ascite, esquistossomose e hipertensão portal. Exames de diagnóstico Para diagnosticar problemas no fígado, deve-se fazer um exame de sangue chamado hepatograma, que avalia as funções deste órgão a partir dos níveis de: AST e ALT; GGT, também chama de Gama GT; Fosfatase alcalina; Bilirrubina direta, indireta e total; Albumina; INR e TAP ou TP; 5′ nucleotidase (5’NTD); LDH. Além dos exames de sangue, o médico também pode pedir exames complementares como ultrassonografia e tomografia computadorizada. Tratamento O tratamento a ser feito depende das causas da doença, mas os casos mais leves são tratados apenas com alterações na dieta. No entanto, nas situações de maior gravidade, também podem ser necessários tomar remédios para diminuir a…
Os exames do primeiro trimestre de gravidez, que devem ser feitos até as 13 semanas de gestação, são importantes para avaliar a saúde da mãe, o risco da mãe passar algumas doenças para o bebê, identificar malformações e o risco de aborto espontâneo. A lista completa de exames do primeiro trimestre de gravidez inclui exames de sangue, ultrassonografia e exame ginecológico, que devem ser realizados quando solicitados pelo médico que está acompanhando a gravidez. Exame físico Os exames físicos do primeiro trimestre de gravidez são: Pressão arterial: Deve ser realizado em todas as consultas do pré-natal porque avalia o risco de eclampsia, que pode levar ao parto antecipado. Altura uterina: Com a mulher deitada, o médico ou enfermeiro coloca uma fita métrica na região abdominal, para avaliar o crescimento do bebê. Peso: Realizado em todas as consultas para avaliar o quanto a mulher engorda durante a gravidez porque não é aconselhado engordar muito e, em caso de grávidas obesas, o cuidado é maior. Em alguns casos, pode-se escutar o coração do bebê batendo com um aparelho específico para este fim. Este aparelho encontra-se à venda em lojas de produtos para mamãe e bebês ou pela internet e é comercializado com…
A sinusite é uma inflamação dos seios nasais que gera sintomas como dor de cabeça, corrimento nasal e sensação de peso no rosto, especialmente na testa e nas maçãs do rosto, pois é nestes locais que se localizam os seios nasais. Geralmente, a sinusite é provocada pelo vírus Influenza e, por isso, é muito comum durante crises de gripe, mas também pode surgir devido ao desenvolvimento de bactérias nas secreções nasais, que ficam presas no interior dos seios nasais, como acontece após alergias. A sinusite tem cura e o seu tratamento deve ser orientado por um clínico geral ou otorrinolaringologista, incluindo normalmente o uso de sprays nasais, analgésicos, corticoides orais ou antibióticos, por exemplo. Como identificar os sintomas de sinusite Os principais sintomas da sinusite são o surgimento de secreção nasal espessa e amarelada, acompanhada de sensação de peso ou pressão no rosto. No entanto, outros sintomas que também podem aparecer incluem: Dor de cabeça, que pode se espalhar para os olhos e nariz; Dor de garganta; Dificuldade para respirar pelo nariz; Perda do olfato e gosto; Mau hálito; Tosse que piora à noite. Além disso, também pode surgir febre acima de 38ºC e tonturas, especialmente nos casos de sinusite…
Os exames de próstata mais comuns para detectar alterações, como inflamação ou câncer por exemplo, são o exame de sangue do PSA e o de toque retal, feito pelo urologista ou proctologista, que palpa a próstata para saber o seu tamanho e verificar se está aumentada. Estes exames normalmente devem ser realizados 1 vez por ano a partir dos 50 anos de idade, mas quando há histórico familiar de câncer de próstata, a prevenção deve ser feita a partir dos 45 anos. Além disso, quando o paciente já teve câncer da próstata ou diagnóstico de hiperplasia benigna prostática, o exame deve ser feito anualmente, independente da idade. Veja a seguir os exames mais utilizados para identificar problemas nesta glândula. 1. PSA - Exame de sangue É feito a partir de um exame de sangue comum que avalia o hormônio PSA, que tem como resultados normais valores menores do que 4 ng/ml. Assim, quando esse valor está aumentado, pode indicar problemas como inflamação da próstata ou câncer, por exemplo. No entanto, este valor também aumenta com a idade e, por isso, é importante ter em consideração o valor de referência do laboratório. Preparo para exame de sangue: para realizar o exame…
Fazer um check-up médico significa realizar vários exames médicos para garantir que está tudo bem com a saúde e diagnosticar precocemente alguma doença que pode ainda não ter manifestado sintomas. Normalmente, a necessidade de se realizar um check-up depende do estado de saúde da pessoa, seu histórico de doenças e doenças familiares. A frequência com que deve fazer os exames deve ser decidido pelo clinico geral, que acompanha o indivíduo. No entanto, na maioria dos casos é importante fazer exames de rotina com a seguinte frequência: Adultos saudáveis 2 em 2 anos Pessoas com doenças crônicas, como hipertensão, diabetes ou câncer 6 em 6 meses Pacientes com fatores de risco, como obesidade, fumantes, sedentários, colesterol elevado 1 vez por ano Além disso, os pacientes com fatores de risco para desenvolver problemas, principalmente cardíacos, devem ter especial atenção à sua saúde, estando atento a alterações no organismo, como cansaço fácil ou dor no peito, por exemplo. Neste caso, é fundamental fazer exames mais específicos a partir dos 30 anos, no caso do homem e, a partir dos 40 no caso da mulher. Exames mais comuns O check-up médico básico que deve ser feito por homens e mulheres e inclui exames, como:…
​O ácido úrico é uma substância formada pelo organismo através da decomposição da purina presente em alguns alimentos, como carne, feijão ou marisco. Geralmente, o ácido úrico não causa nenhum problema e é facilmente eliminado pelos rins, porém, quando existe algum problema renal, por exemplo, o ácido úrico pode se acumular nos tecidos, dando origem a Gota e provocando inflamação e dor nas articulações. O ​ácido úrico tem cura, pois os seus desiquilíbrios podem ser controlados através de uma alimentação equilibrada, rica em água e pobre em alimentos com muitas proteínas. Exame de ácido úrico O exame de ácido úrico, normalmente, é pedido pelo médico quando o paciente apresenta dor nas articulações ou quando existem suspeitas de doenças mais graves, como lesão renal ou leucemia. O exame de ácido úrico pode ser feito através do exame do sangue ou através da analise da urina, sendo que os valores de referência são: Valor de referência de ácido úrico no sangue: Mulher: 2,4 - 6,0 mg/dL Homem: 3,4 - 7,0 mg/dL Valor de referência de ácido úrico na urina: Homem e mulher: 0,24 - 0,75 g/dia. O mais comum é que os valores do paciente estejam acima dos valores de referência e,…
Para diagnosticar a anemia é necessário fazer um exame de sangue para avaliar a quantidade de glóbulos vermelhos e hemoglobina, sendo que quando esses valores estão muito baixos, geralmente abaixo de 12 g/dl, o médico faz o diagnóstico de anemia. No entanto, como existem vários tipos de anemia, o médico pode pedir outros exames para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado. Uma vez que a anemia por deficiência de ferro é a mais comum, o médico começa por avaliar a quantidade de ferritina no sangue, pois quando essa substância está em pouca quantidade significa que existe pouco ferro no organismo. Porém, se os valores de ferritina estiverem normais, pode ser necessário fazer mais exames como a eletroforese da hemoglobina ou a contagem dos níveis de vitamina B12 e ácido fólico, que ajudam a identificar outros tipos de anemia. Valores que confirmam anemia O diagnóstico de anemia é feito quando os valores de hemoglobina no hemograma são: Nos homens: inferior a 13 g/dl de sangue; Nas mulheres: inferior a 12 g/dl de sangue; Geralmente, este exame de sangue já inclui a quantidade de ferritina e, por isso, o médico pode avaliar se a anemia está sendo causada pela…
#fc3424 #5835a1 #1975f2 #2fc86b #f_syc9 #eef77 #020614063440